9 de abr de 2011

Falando Sobre Moda

Eu sempre vi a moda como algo mais que compras roupas da estação e usar grifes famosas, pra mim a moda era e ainda é um meio de expressão das identidades, desejos, revoltas e indignações das pessoas, algo que revela quem somos e o que estamos pensando. Mas a minha visão vai além disso, eu vejo a minha compulsão por informação de moda e por produtos de moda e como também existem muitas que gastam seu tempo e seu dinheiro no consumismo desenfreado.
As regras do meio social nos dizem  todo momento o que devemos ser, como nos comportar e o que vestir, mas a moda vai além disso! ela contestou gerações e promoveu revoluções! A moda ajudou as mulheres quando Chanel decidiu que era hora de vestir conforto e praticidade, ajudou os punks a mostrar ao mundo que aquela estética que chocou gerações era uma revolta contra a demissão de seus familiares das fábricas de beneficiamento têxtil na Inglaterra. A moda destituiu espartilhos, vestidos sufocantes, ternos incómodos e tudo o mais que impedisse homens e mulheres de se expressarem.
Mas hoje parece que as roupas nos escravizam, devemos ter sempre o lançamento, o novo e o mais caro. E o seu estilo pessoal, onde fica? E as limitações financeiras? Porque todos temos limites, não dá pra viver só de roupas e sapatos!
Eu não seria hipócrita a ponto de falar tudo isso esquecer do meu umbigo, do meu desejo de ter, mas nesse momento o meu desejo é apenas voltar a SER! Isso mesmo, ser. Ser alguém que usa sim peças legais, mas que não se deixa iludir por vitrines bonitas e modelos com ideais de beleza inatingiveis, porque é isso que vemos todos os dias na mídia, belezas inatingiveis.
Então pense bem antes de invadir aquela sua loja preferida e sair comprando coisas que você nem precisa, pense com calma e analise suas opções, as vezes uma única peça faz toda a diferença no seu visual, aquela peça que diz: "Eu uso moda sim, mas uso com identidade!"

Ah! os dois depoimentos que me fizeram pensar de fato sobre esse assunto foram esses aqui, leiam, tirem suas conclusões e me falem a respeito!


BjuBju

Um comentário:

  1. Eu não sou escrava da moda, gosto sim de coisas modernas, mas uso o que combina comigo gostem as pessoas ou não. Me sinto bem assim! Uso o que me dá vontade, se está na moda é só um detalhe...
    Beijo, amore

    ResponderExcluir

Solte o verbo e deixe seu comentário! BjuBju